A BÍBLIA É REALMENTE A PALAVRA DE DEUS?

PR. ALEJANDRO BULLÓN

"Costa Júnior - Uma das características dos nossos tempos, infelizmente, é a falsidade. Encontramos palavras falsas, atos falsos, posturas falsas, comportamentos cheios de falsidade. No mundo coberto de falsidade existe uma busca por saber a verdade, por descobrir a autenticidade das coisas. As pessoas que são autênticas, que são verdadeiras, que são legítimas podem ser mal compreendidas, mas terminam sendo queridas e respeitadas. Hoje, as pessoas querem informações seguras sobre Deus e a vida eterna. A Palavra de Deus está num livro, mas muitas pessoas perguntam: Como podemos saber se a Bíblia é, realmente, a Palavra de Deus?

 

 

Alejandro Bullón - Vou deixar que a própria Bíblia responda. II São Pedro 1:21 diz assim: "Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens [santos] falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo." E o Apóstolo Paulo, em II Timóteo 3:16, acrescenta: "Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça". Toda a Escritura é inspirada por Deus. Por isso creio que a Bíblia é a Palavra de Deus. A maioria dos livros da Bíblia começam dizendo: "Palavra de Deus que Isaías recebeu em visão...", "Palavra de Deus que Jeremias recebeu em visão...". Então, eles se identificam e sempre mencionam que vão escrever a palavra que Deus revelou, seja em sonhos, em visões ou diretamente.

 

 

Costa Júnior - Mas, Pastor, qual é a prova concreta que mostre que a Bíblia é a Palavra de Deus?"

 

 

Alejandro Bullón - Realmente, qualquer pessoa pode escrever um livro e dizer que é a palavra de Deus. E você vai acreditar? Há muita gente que diz que a Bíblia foi escrita por espertos para enganar os tontos, e só porque chamaram-na de "Palavra de Deus," nós acreditamos. Não. Não é assim. Existem provas, muitas provas de que este livro é de origem divina. Vou mencionar algumas delas como exemplo. O primeiro escritor da Bíblia foi Moisés e o último foi João, que escreveu o Apocalipse. Entre Moisés e João houve um espaço de 1.500 anos. Moisés não conheceu João e João nunca conheceu Moisés, porém, se você pega a Bíblia e a lê, verá que aquilo que Moisés começou a escrever, o escritor do livro seguinte, continua. É uma seqüência. Em Gêneses, por exemplo, encontramos a narração de um mundo perfeito, recém criado; depois relata a entrada do pecado, a tragédia. Mas quando abrimos o Apocalipse, nos últimos capítulos, descobrimos a saída do pecado deste mundo e o começo de um mundo perfeito novamente. Entre ambos vemos a história da humanidade com suas lutas, quedas, rebeliões, etc. Isso prova, para mim, que há uma mente divina inspirando todos esses quarenta escritores da Bíblia. Outra prova de que a Bíblia é a Palavra de Deus, para mim, são as profecias que se cumpriram. Por exemplo, durante milhares de anos os seres humanos pensaram que a Terra era plana; a ciência dizia que a Terra era plana. Antes de Colombo, todo mundo, achava que a Terra era plana, mas, a Bíblia já existia e veja o que dizia, e diz, em Isaías 40:22: "Ele", Deus, "está assentado sobre a redondeza da terra, cujos moradores são como gafanhotos". A Bíblia já dizia que a Terra era redonda, mas, a ciência dizia: a Terra é plana, porque a ciência diz que é plana. Só que em 12 de outubro de 1492 Cristóvão Colombo chegou à América e provou que a Terra era redonda e que a Bíblia tinha razão.

 

 

Costa Júnior - Ela já tinha dito isso a muito tempo.

 

 

Alejandro Bullón - Muito tempo atrás. E assim como esta, existem outras tantas profecias. Sim, você vai dizer, mas a mãe Diná não profetiza também? Nostradamos também não fez profecias? Não, não é somente isso. Para mim o maior argumento de que a Bíblia é a Palavra de Deus, é o seu poder transformador. Você pode ler um livro de história, que muda seu conceito, mas não muda a sua vida. Pode ler um livro de geografia, que amplia sua cultura, mas não muda a sua vida. Agora, eu conheço assassinos, marginais, conheço gente pervertida, acabada, corrupta, imoral, gente com a vida destruída que, um dia, encontrou a Bíblia, leu, estudou, encontrou-se com Deus através dela e a vida deles mudou completamente. Por isso, para mim, essa é a maior prova de que a Bíblia é a Palavra de Deus. Ninguém que lê a Bíblia, fica igual. De alguma maneira sua vida é transformada. Famílias que lêem a Bíblia, são felizes. Veja os Estados Unidos: é a maior potência mundial. Onde está o segredo do poder dos Estados Unidos? Esse país nasceu com a Bíblia aberta. A constituição desse país foi estabelecida nesta constituição magna, que é a Bíblia, e hoje, por mais que se levantem outros países, os Estados Unidos são, indiscutivelmente, a maior potência do mundo porque, ainda hoje, eles continuam sendo um povo que estuda a Bíblia.

 

 

Costa Júnior - Pastor Bullón, a Bíblia foi escrita por escritores diferentes, em tempos diferentes e estilos diferentes, mas, mesmo assim, existe uma unidade. Por favor, fale um pouco sobre a inspiração da Bíblia.

 

 

Alejandro Bullón - Quando falamos de inspiração, temos que falar, necessariamente, de 3 palavras: revelação, inspiração e iluminação. Revelação é o ato divino através do qual Deus Se mostra; Ele revela-Se através de sonhos, visões e, também, através da natureza. Inspiração é o cuidado que o Espírito Santo teve para que o escritor bíblico escrevesse a mensagem correta, da maneira como recebeu de Deus. Agora, o escritor bíblico pode ter escrito tudo certo, mas se eu abro a Bíblia, leio, e não entendo o que está escrito, então, o Espírito Santo precisa fazer um trabalho comigo para que eu compreenda a Bíblia. A este trabalho do Espírito Santo chamamos de iluminação. Por isso, quando abrimos a Bíblia devemos dizer: "Senhor, ilumina meu entendimento para eu compreender a Tua palavra, para compreender o que os escritores bíblicos escreveram inspirados por Ti."

 

 

Costa Júnior - Muitas pessoas comentam que a Bíblia é um livro difícil; tem palavras que são incompreensíveis, tem símbolos que, às vezes, são um pouco complicados. Várias pessoas nos escrevem perguntando: "Como posso entender a Bíblia? Como ela pode ser clara para mim?"

 

 

Alejandro Bullón - Em primeiro lugar você precisa entender que a Bíblia quando foi escrita, não foi escrita para você e para mim nos dias de hoje. Não. Quando Pedro escreveu aos gálatas não estava pensando nos amigos do Rio de Janeiro, de Belo Horizonte ou do Rio Grande do Sul, ele estava pensando nos cristãos que moravam na Galácia. Quando Paulo escreveu a Timóteo, não estava pensando em Costa Júnior nem em Bullón, estava escrevendo para Timóteo. Quando Paulo escreveu aos Romanos, estava escrevendo para os cristãos que moravam em Roma. Naturalmente que, muitas das verdades espirituais que foram escritas para eles, servem para nós hoje, porém, temos que ter em mente que os tempos mudaram. Por exemplo: a roupa era de um estilo naquele tempo, hoje é completamente diferente. O cabelo era usado de um jeito, hoje é de outro. Naquele tempo não havia gravata, hoje a usamos. Antigamente a roupa era túnica, hoje seria engraçado se nós chegássemos aqui de túnica. Então, há coisas periféricas de usos, de cultura, de costumes que mudaram. Agora, os princípios são eternos; matar sempre foi errado, roubar sempre foi errado. A veracidade, o respeito pela vida, são princípios eternos, especialmente os dez princípios, contidos nos dez mandamentos, são princípios eternos que não mudam nunca. Os detalhes mudam, os princípios permanecem. É por isso que quando lemos a Bíblia temos que ter cuidado porque a ela é um livro perigoso. Vou provar a você que posso incentivá-lo a suicidar-se com textos da Bíblia: abro a Bíblia e leio um versículo que diz assim: "E saindo Judas foi e se enforcou" (Mat. 27:5), e eu pergunto a você: Está vendo? Saindo Judas foi e se enforcou. Esta escrito na Bíblia. Sim, está escrito. Muito bem, agora eu procuro outro que diz o seguinte: "Vai tu e faz o mesmo", está vendo? Judas se enforcou, agora, vai tu e faz o mesmo. Agora, vou ler outro versículo: "O que você tem que fazer, faça-o logo" (João 13:27), portanto, suicíde-se, entendeu? Esse é o problema da Bíblia, porque se você não souber estudá-la, vai se meter em problemas. É por isso que a cada dia aparece uma nova igreja fazendo a Bíblia dizer coisas que ela nunca disse. Quando se estuda a Bíblia, não se pode construir uma doutrina com apenas um verso. Não se pode dizer: "Aqui diz assim". Sim, pode ser que aí diga assim, mas, se você tirar esse texto do contexto, vai fazer a Bíblia dizer coisas que ela não disse. Por exemplo: vamos supor que eu estou conversando você, Williams, e conto que quando eu estava vindo para o estúdio gravar, dois carros se bateram e um motorista saiu, agarrou o outro pela gravata e o começou a ameaçá-lo dizendo: "sem vergonha, vou te matar", e eu fico impressionado com isso. Chego aqui no estúdio e lhe conto: "olha, quando eu estava vindo vi um acidente de carros. Um dos motoristas saiu, agarrou o outro pela gravata e disse: 'sem vergonha, vou te matar.'" E nesse momento, o nosso o câmera, que está gravando por aqui, estava passando pela janela e ouve o momento que eu estou dizendo: sem vergonha, vou te matar. Aí ele vai e reúne todos os amigos e diz: "olha, temos que fazer alguma coisa com o Pr. Bullón, porque ele tá ficando louco, eu vi, ninguém me contou, eu vi, eu vi com estes olhos que a terra há de comer, ouvi com estes ouvidos, ele está lá agarrando ao Costa Júnior dizendo: 'sem vergonha, eu vou te matar.'" Bom, de minha boca saiu: sem vergonha, vou te matar? Sim ou não?

 

 

Costa Júnior - Sim.

 

 

Alejandro Bullón - Agora, eu estava falando para você, sem vergonha eu vou te matar?

 

 

Costa Júnior - Não.

 

 

Alejandro Bullón - Agora, se a pessoa ouve só isso, vai fazer dizer coisas que eu não disse. Isso é o que acontece com a Bíblia. Se você quer, por exemplo, estudar o tema do papel da mulher na vida cristã, tem que ler, não apenas um verso, mas tudo que a Bíblia fala sobre o valor e a dignidade da mulher. Se você quer ter uma idéia concreta do que a Bíblia fala sobre educação dos filhos, não pode ler apenas um verso, tem que ler tudo o que ela diz sobre o assunto. Porque se você tomar só um verso, e não levar em conta o contexto, a Bíblia vai dizer coisas que não disse. Está escrito, mas não é o sentido certo porque está fora do contexto em que foi escrito.

 

 

Costa Júnior - Assim, quando estudarmos a Bíblia, nunca devemos ler textos isolados? Como o senhor sugere que seja feito o estudo da Bíblia?

 

 

Alejandro Bullón - Por exemplo. Vamos usar um mal entendido com relação ao sábado. Tem gente que diz assim: "temos que guardar o sábado para sermos salvos." Muito bem, a maneira correta de estudar é: Esta declaração está certa ou errada? Então vamos à Bíblia e buscamos tudo o que ela fala sobre o sábado e aí sim, podemos chegar a uma conclusão de qual é o papel do sábado na vida do cristão. Vamos concluir, com certeza, que, ninguém guarda o sábado para salvar-se. Quem salva é Jesus! Claro! Mas, o sábado tem um papel importante na vida do cristão. A Bíblia precisa ser estudada de maneira minuciosa. Para tudo na vida é preciso saber como fazer. Por exemplo: se você começa a construir uma parede sem saber, a parede vai cair; se você vai fazer um bolo sem saber, o bolo vai virar pedra; se você começa a dirigir um carro sem saber, vai bater, vai matar muita gente; e se você começa a estudar a Bíblia sem saber como estudar, você vai começar a tirar conclusões completamente erradas. Portanto, você com oração tem que ir a Jesus e dizer: "Senhor, ensina-me a estudar a Bíblia!" E quando for estudar sobre um assunto, não irá basear-se apenas em um verso, mas lerá vários versos que falam sobre o mesmo tema, para ter uma idéia concreta e correta sobre o assunto.

 

 

Costa Júnior - Há uma outra preocupação que os telespectadores têm sobre a Bíblia: Quantas Bíblias existem? Existe a Bíblia católica, protestante e outras. Se existe mais de um tipo de Bíblia, qual é a certa?

 

 

Alejandro Bullón - Existe só uma Bíblia. Só que a Bíblia não foi escrita em português, foi escrita em hebraico, em grego e algumas pequenas partes em aramaico. Por exemplo: Isaías falava hebraico e escreveu a Bíblia em hebraico; Paulo falava grego e escreveu a Bíblia em grego. Mas, você e eu não falamos hebraico nem aramaico. Então, como poderíamos ler a Bíblia? Para podermos lê-la em português alguém teve que traduzi-la do aramaico e grego para a língua portuguesa. Agora, se a pessoa que fez esta tradução, era católica, dizem que esta Bíblia é católica; se a pessoa que traduziu era evangélica, dizem que esta Bíblia é evangélica. Só que todas as Bíblias foram traduzidas basicamente dos mesmos manuscritos. Portanto, todas as Bíblias falam a mesma coisa, pois foram traduzidas da mesma fonte. Pode haver diferenças entre palavras de uma frase como, por exemplo, em uma versão diz assim: "E saindo Jesus da casa foi ao poço beber água", e em outra: "E saindo Jesus da casa, dirigiu-se à fonte para tomar água". A construção da frase é diferente, mas o sentido é o mesmo. Essas diferenças existem entre versões, mas, basicamente a mensagem é única.

 

 

Costa Júnior - Normalmente as igrejas surgem a partir de uma interpretação Bíblica, mas como o senhor acabou de dizer, existe apenas uma Bíblia. Agora, se existe só uma Bíblia, por que existem tantas igrejas?

 

 

Alejandro Bullón - Porque nós, os seres humanos, precisamos aprender a ser humildes e a não discutirmos com Deus, porque o que Deus diz, é o que está escrito. Então, muitas vezes o ser humano faz o seguinte: abre a Bíblia. Lá está escrito branco; B R A N C O. Desse lado é branco, coloco os óculos, branco, sem os óculos, branco. É branco, não há como discutir. As pessoas, porém, fecham a Bíblia e dizem: é verdade, está escrito branco. Mas branco é uma cor muito sem vida; amarelo é melhor, é mais vistoso, então, aparece a igreja do amarelo. Aí, outro abre a Bíblia, e está escrito branco, não tem o que discutir, está escrito, mas fecha a Bíblia e diz: é verdade está escrito branco, eu não vou negar, mas Jesus morreu na cruz, e o sangue de Jesus é vermelho, portanto, em lugar de ser branco podia ser vermelho. Aí, aparece a igreja do vermelho. Mas está escrito branco. Agora, a Bíblia não foi dada para ser discutida, foi dada para ser obedecida. Para ser seguida com humildade. Se todos os seres humanos com humildade abríssemos a Bíblia e tentássemos seguir dentro do contexto, existiria só uma igreja, que seria a igreja da Bíblia, a igreja dos filhos obedientes à Bíblia, nada mais.

 

 

Costa Júnior - Que sugestão o senhor dá para a pessoa que está querendo estudar a Palavra de Deus? Como ter um momento regular? Por onde começar?

 

 

Alejandro Bullón - Eu acho que uma das maneiras de estudar é através de cursos bíblicos. Porque uma pessoa que não sabe estudar a Bíblia precisa ter um guia para estudar a Bíblia. Só que muito cuidado! Você precisa conferir se o que está escrito no folheto, está realmente escrito na Bíblia, se não foi tirado do contexto, se é isso mesmo que a Bíblia quer dizer, dentro do contexto, porque já lhe disse, com a Bíblia eu posso até lhe levar ao suicídio, e isto não está certo, entende?

Meu querido amigo, eu gostaria que você encarasse a Bíblia, não apenas como a Palavra de Deus, mas como uma carta de amor que Jesus escreveu para você. Foi escrita com sangue, não com tinta, com o sangue do Senhor Jesus que foi morto na cruz do Calvário. Se algum dia você estiver triste, abra a Bíblia e certamente encontrará conforto; se chegar a um ponto em sua vida em que você não tenha mais para onde ir, abra a Bíblia, certamente encontrará o auxílio oportuno; quando você estiver em dúvida, tiver que tomar uma decisão e não sabe qual é o caminho, abra a Bíblia, o Espírito de Deus vai falar ao seu coração; se seus filhos estiverem crescendo e parecem que estão escapando de suas mãos, e você já não pode mais ajudá-los, vá à Bíblia. Nela você encontrará a palavra de Jesus mostrando como você pode ajudar sua família. Se você está triste, se você está atormentado pelo sentimento de culpa, vá à Bíblia, vai encontrar a palavra confortadora do Mestre, dizendo: "filho, eu lhe perdôo." Quer dizer, não há momento, não há circunstância na vida em que esta carta maravilhosa do amor de Deus não funcione em sua vida. Se você está doente e abre a Bíblia, vai encontrar promessa que diz: "Eu sou o Senhor que te sara" (Êxodo 15:26); se você tem medo de macumba, de feitiçaria, vai encontrar a promessa maravilhosa que diz que o diabo pode disparar setas em direção de você, mas você não será tocado por uma delas. Porque "o anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que o temem e os livra" (Salmos 34:7), então, neste momento, não há porque sentir-se sozinho. Ore para que Deus o conforte, o sustente e o ajude a chegar vitorioso até o fim.

 

ORAÇÃO

Pai querido, obrigado pela Tua Palavra. Há muita gente no mundo que não acredita que este livro é a Palavra de Deus. Essas pessoas, quando chegam os momentos difíceis da vida, não sabem para onde ir, mas, o povo cristão, sabe e aceita que esta é a Tua Palavra. Agora, aceitar Tua Palavra é uma responsabilidade, porque se é Tua Palavra, então, o que vale mais em nossa vida? A palavra de homens, seja ela do pastor, do padre, do bispo, ou a Palavra de Deus escrita na Sagrada Escritura? Esse é um assunto muito delicado, mas, nesse momento, queremos que esses Teus filhos maravilhosos, abram o coração e Te digam: "Senhor, guia-me pelas veredas da justiça; mostra-me Teu caminho através da Tua palavra". Senhor, abençoa todos esses amigos, em nome de Jesus. Amém.